Como melhorar o desempenho do JavaScript usando dicas simples

0

Quer você seja iniciante ou um experiente programador, agilizar os processos na internet é muito importante para resolver problemas rapidamente. Sabemos que existem varias dicas que aumentam a velocidade do processo e hoje vamos mostrar algumas delas para você.

binary-1536651_960_720

Dica
#1 – Minimize solicitações ao HTTP

Minimize solicitações HTTP para processar páginas, ajustando arquivos externos e incluindo o JavaScript diretamente nas páginas XHTML. Cada vez que um HTTP acessa o servidor, ele atrasa o processo.

Dica #2 – Implemente disparo de eventos

Disparo de eventos facilitam usar um único handler de eventos para gerenciar um tipo de evento para toda a página. Sem o uso do disparo de eventos, grandes aplicativos da web podem travar por causa do grande número de handlers de eventos. Os benefícios do disparo de eventos são: menores ligações entre código, menos funcionalidades para gerenciar e DOM e menos memória necessária ao processamento.

Dica
#3 – Não use o mesmo script mais de uma vez

Duplicar scripts tem um impacto significativo no desempenho. Cria
solicitações que não são necessárias ao HTTP, principalmente no browser IE. O uso de uma tag SCRIPT em uma página HTML auxilia a impedir a duplicação acidental de scripts.

binary-1538721_960_720

Dica #4 – Remova Double Dollar $

O uso da função “double dollar $” não é útil no aumento da velocidade de um website.

Dica #5 – Criando referências variáveis

Ao trabalhar com um nó específico várias vezes, é definir a variável com esse nó em particular, em vez de estar constantemente voltando a ele.

Dica
#6 – Aumente a velocidade da identificação de objetos

Um método mais eficaz de usar na identificação de objetos é utilizar um
código criado dinamicamente fora da identificação de objetos, em vez de fazer a identificação de objetos dentro de uma função.

Dica
#7 – Escreva Loops eficazes

Dependendo do browser, o método utilizado para escrever Loops pode ter bastante impacto no desempenho de um site. Escrever loops erradamente pode fazer com que páginas fiquem mais lentas, com muitas queries e execução de loops em paralelo.

Dica #8 – Diminua cadeias de escopo

Escopos globais podem ficar lentos, porque sempre que uma função
é feita, um escopo de invocação temporário é gerado. O JavaScript pesquisa o primeiro item na cadeia de escopo e, caso não encontre a variável, percorre toda a cadeia até encontrar o global object.

Dica #9 – Acesse índices em NodeLists

NodeLists podem ocupar muito espaço na memória, já que são atualizados quando um documento subjacente muda. É mais rápido indexar diretamente em uma lista, se o browser não precisar gerar um objeto node list.

Dica #10 – Não use ‘eval’

Embora a função “eval” seja um bom método para fazer um
código arbitrário, cada string que tenha passado pela função eval tem que ser estudada e efectuada na hora. Esse encargo tem que ser pago sempre que a execução chega a um eval evocado.

 

Dica #11 – Utilize funções inline

A Function Inlining auxilia na remoção dos custos de uma call, e substitui  uma função call pelo corpo da função chamada. Em JavaScript, a realização de uma function call é uma operação de customuito elevado por precisar de diversos passos preparatórios para ser efectuada: copiar os parâmetros, alocar espaço para parâmetros e decidir o nome da função.

Dica #12 – Implemente Common Sub-expression Elimination (CSE)

A CSE (Common sub-expression elimination) é uma técnica de otimização do compilador focada em desempenho, que pesquisa expressões idênticas, substituindo-as por uma única variável que retém o valor computado. Você pode esperar que o uso de uma única variável local para uma common sub-expression será sempre mais rápido do que não mudar o código.

Dica #13 – Construa o nó DOM e todos seus sub-nós offline

Quando você edita conteúdo complexo em um site, o desempenho é melhorado adicionando sub-árvores complexas offline.

Dica #14 – Não use variáveis globais

Uma vez que o mecanismo de script pesquisar o escopo ao referenciar as variáveis globais de dentro de uma função ou de outro escopo, a variável será destruída quando o escopo local for perdido. Se as variáveis no escopo global não puderem persistir enquanto durar o script, o desempenho será melhorado.

Dica #15 – Use operações primitivas em vez de invocar funções

Você pode conseguir mais rapidez na performance de oops e funções críticas utilizando primitive functions equivalentes ao invés de function calls.

Essas são nossas dicas para melhorar sue website. Quais ficas você já colocou com prática?

Deixe uma resposta